français
english
Teresa Poester


menu

Teresa Poester se serve do desenho como uma caligrafia, uma escrita do corpo. Foi depois de concluída uma série de desenhos que a artista percebeu sua ressonância com a natureza. Mesmo que seus trabalhos evoquem a paisagem de Eragny sur Epte, onde reside, eles nascem, na realidade, de suas pinturas abstratas.
Foram seus desenhos, e não o inverso, que a ensinaram a olhar a paisagem. Teresa fotografa há anos as plantas e as pedras que compõem seu universo cotidiano. O que lhe interessa não são as figuras, mas as texturas, estruturas que, segundo a distância do observador, se tornam tramas abstratas.

Marianne Chanel