francês
inglês
Teresa Poester


menu

título

Teresa Poester
10.357 km em linha

mostra de desenhos a caneta bic
e lançamento do livro-objeto Résonances
Museu do Trabalho
em colaboração com a Galeria Bolsa de Arte
Porto Alegre, outubro de 2009


10.357 km em linha
desenhos a caneta bic de Teresa Poester
lançamento do livro de artista Résonances

menu

 

 

 

 

Desenhos enormes produzidos com caneta bic, em gestos mínimos.
Esse foi o mote para a exposição de Teresa Poester 10.357 km em linha.

São desenhos de 150x150cm e três de 100x150cm
feitos com caneta esferográfica bic sobre papel Montval.

Teresa realizou, junto com a artista francesa Marianne Chanel,
uma exposição na galeria Ars117 em Bruxelas
intitulada 17.000 kilomètres em ligne.
Procurando dados sobre a
conservação da tinta das canetas esferográficas,
a artista se deparou com algumas informações desencontradas
sobre a distância percorrida por uma caneta bic.
Nunca descobriu o comprimento exato da linha
mas resolveu propor o título
pois ambos os trabalhos, embora muito diferentes,
tinham como ponto comum uma idéia de linha.

A artista retorna agora à mesma idéia
pensando nas distâncias que percorreu com linhas
durante todos os seus percursos no papel,
ao longo dos últimos trinta anos em que se dedica ao desenho.
Poderia ser um número qualquer mas resolveu escolher a distância
entre Porto Alegre e Eragny-sur-Epte na França,
duas cidades onde viveu nos últimos 10 anos
e onde estes trabalhos foram realizados.

 

 

Esta exposição é também a radicalização da proposta já esboçada em 2007
na Galeria Bolsa de Arte de Porto Alegre,
que lhe valeu o Prêmio Açorianos de desenho.
[clique aqui] para visualizar a página da exposição na Bolsa de Arte